Você já se machucou praticando Aikido?

Fala galera…

Quem aí já se machucou praticando uma arte marcial?

E praticando especificamente Aikido?

Difícil não conhecer um Aikidoka que não tenha sofrido qualquer lesão durante o seu aprendizado, não é mesmo!?

Em meu trabalho de conclusão de curso na faculdade de Educação Física estudei exatamente isso, a prevalência de lesões no Aikido. Neste estudo, conseguimos constatar que a prevalência de lesões no Aikido acontece durante as quedas (ukemi). Na época uma das hipóteses levantada para justificar isso era uma possível falha na didática de ensino desta habilidade, sendo possível uma intervenção para melhorar este processo de aprendizagem.  Atualmente penso de outra forma que vai de encontro com uma colocação feita pelo instrutor Bruno do Senshin Dojo nesse vídeo aqui:

“A lesão geralmente você sofre quando não tá caindo direito e vai insistir em alguma técnica… mas é muito mais uma coisa pessoal. (Instrutor Bruno)”

Realmente as quedas causam muitas lesões. Você cai com o ombro no chão, com as costas, as pernas ficam no ar e as vezes uma delas presa no hakama do nage, enfim… são várias as possibilidades de se machucar executando o papel do uke. Gosto muito da parte em que o Bruno destaca que isso é algo pessoal. A lesão está intimamente ligada ao seu estado mental, ao seu comprometimento, à sua intenção naquele momento… diria que pouco é atribuído a habilidade de cair, essa parte é fácil de corrigir.

Pra mim Aikido é um diálogo corporal. Se não estivermos preparados para ouvir com o corpo o que o nage quer nos dizer, não seremos capazes de responder de forma coerente e harmônica. Eu já me machuquei quando era mais novo no Aikido… tenho uma cirurgia que me lembra constantemente disso, mas não culpo a pessoa que treinava comigo na ocasião. O resultado pode parecer duro e até “violento”, mas me fez abrir os olhos e os ouvidos… eu não estava respondendo coerentemente. Hoje essa situação mudou, acredito que consigo manter um bom diálogo no tatame, com qualquer pessoa, desde que ela também esteja disposta a dialogar… rsrs

E um outro fator importante é que este diálogo pode ser bem firme… justo. Alguns praticantes de Aikido são famosos pela intensidade com a qual aplicam suas técnicas… gosto muito de observar o relaxamento que eles imprimem em suas performances, os faz parecer “violentos” quando estão somente relaxados. Se não estivermos preparados para ouví-los fazendo ukemi, o resultado pode não ser agradável… e na minha opinião, o produto dessa interação não será de responsabilidade exclusiva deles, mas também de nós que não estávamos preparados para responder em consonância com a técnica proposta.

Fica aí a minha impressão para tentar se proteger e ao mesmo tempo criar um treino bastante positivo e sincero. Protejam-se o tempo todo e abram os “ouvidos”…

Abraço galera… bons treinos a todos!

Uma opinião sobre “Você já se machucou praticando Aikido?

  1. bacana o relato.

    eu fraturei a clavícula em um mae ukemi “invertido” (a mão a frente era a esquerda, mas o joelho inclinado a frente era o direito).
    Era (sou branca) e no treino só havia amarelas para cima, fazendo aquilo de forma rápida. Entrei nestre treino já em andamento, sem nem me aquecer, e fui fazer a técnica pela primeira vez achando que era igual um mae ukemi normal…

    um amigo me disse uma vez que a maioria dos acidentes de carro acontecem quando a pessoa está chegando ou saindo de casa, nas imediações do bairro. Creio que a maioria das lesões ocorrem nestes momentos no treino, quando ainda não estamos com a atenção total no que fazemos e superestimamos a nós mesmos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s